---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Ipira realiza XI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Publicado em 11/09/2018 às 10:27 - Atualizado em 11/09/2018 às 10:27

A Administração Municipal de Ipira juntamente com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente realizou no último dia 10.09, junto ao Espaço Cultural a XI Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do Município de Ipira com o objetivo geral de avaliar as ações desenvolvidas e propor novas ações para a implementação da política e do plano decenal de direitos humanos de crianças e adolescentes.

Durante a conferência tivemos a palestrante, Iraci de Andrade, Doutora em Serviço Social pela PUC do Rio Grande do Sul, que trabalhou com o tema central: Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento das Violências.

Durante o debate, a Doutora Iraci deixou claro que cada direito pressupõe um dever, como por exemplo, toda criança tem o direito a educação, mas toda criança tem o dever de ir à escola. Ao final, em seu discurso, ela deixou a seguinte frase para que fique de reflexão a cada um: “A pior violência não é a física que deixa marcas no corpo, mas sim a violência psicológica que deixa marcas na alma”.

Para a Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Sandra Dani Ravanelli, as conferências têm caráter deliberativo.  “O que elas definem tem extrema relevância pública e deve ser considerado pelos gestores das políticas e pela sociedade brasileira, cabendo aos conselhos estimular e fiscalizar o cumprimento de suas deliberações. Além disso, uma de suas principais características é de reunir representantes do governo e da sociedade civil, para debater sobre os principais desafios e decidir as prioridades para a política de direitos humanos de crianças e adolescentes, pois estes são momentos de efetiva participação, controle social e de conquista de direitos”, finalizou a Presidente Sandra.

O momento contou com a presença de autoridades locais, alunos do Grêmio Estudantil e sociedade civil. Ao final foram escolhidos os representantes do Município para estar participando da Conferência na etapa Estadual.