---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Mais de 650 homens participam da Campanha “Novembro Azul” em Ipira

Publicado em 05/12/2018 às 10:06 - Atualizado em 05/12/2018 às 10:06

De acordo com estudos, o câncer de próstata é o  que mais afeta a população masculina do nosso país depois do câncer de pele. Apesar de ser uma doença grave, cerca de 90% dos casos são passíveis de cura, desde que o diagnóstico seja realizado precocemente.

O câncer de próstata evolui lentamente, sendo assim, os sintomas são percebidos quando a doença já está em estágio avançado, dificultando o tratamento. E é nesse ponto que é imprescindível estar atento, porque a melhor maneira é a prevenção. Engajados nesse propósito, a Secretaria de Saúde e Assistência Social trabalhou durante todo o mês de novembro com o foco de orientar e prevenir para evitar complicações futuras mais graves.

A Campanha “Novembro Azul” que visa alertar e prevenir os homens sobre o câncer de próstata superou as expectativas dos profissionais da saúde em Ipira que ficaram satisfeitos com o resultado obtido com relação à procura do sexo masculino para realizar os exames. Foram 659 homens que procuraram as Unidades durante a campanha, o que comprova a conscientização da população com relação aos cuidados que se deve ter com a saúde.

Conforme relatos dos profissionais da Saúde o preconceito é o maior desafio a ser vencido, pois a maioria dos homens evita procurar o médico por temer o exame de toque retal, que, além do câncer, é importante para diagnosticar outros problemas anorretais e da próstata. Enfatizam ainda que é de extrema importância estar atentos aos principais sintomas desse tipo de câncer é a diminuição do jato de urina e uma mudança na frequência urinária, que aumenta. Também pode ser observada alguma dificuldade ao urinar.

“Queremos agradecer principalmente aos 659 homens que se preocuparam com a saúde, entendendo o quanto é importante essa Campanha e participaram. A toda equipe de profissionais da saúde que estiveram auxiliando nos trabalhos durante todo esse mês de novembro que foi mais concentrado na campanha e de um modo especial às enfermeiras da Estratégia Saúde da Família, Diana Potrich e Rosane Koch. Ainda aos Agentes Comunitários de Saúde, que levaram até as residências as informações para que a população viesse as Unidades”, ressaltou o Secretário de Saúde e Assistência Social, Marcelo Minks.

 Curiosidade:

O Novembro Azul é um movimento que foi realizado pela primeira vez na Austrália e objetiva alertar a população masculina sobre o câncer de próstata.